Como lidar com as tentações gastronômicas após a cirurgia bariátrica?

chocolate quente

As tentações gastronômicas estão em toda esquina, não é mesmo? Sejam colegas de trabalho que oferecem lanchinhos calóricos, um paciente ou aluno que te presenteia com um chocolate, uma festa que frequentamos e está sendo servida AQUELA torta deliciosa… Bom, de tentações o mundo está cheio, mas e de resiliência? Como você está?

Acredito que privação total não seja saudável, assim como o abuso também não é. Como sempre digo, o mais saudável é o equilíbrio e encontrá-lo deve ser uma luta diária.

Semana passada estive em Bariloche, na Argentina, em segunda lua-de-mel. Bariloche é a terra da orgia gastronômica: lojas de chocolate em cada esquina, sorvetes (mesmo naquele friiiiiiio), chocolate quente servido de todas as maneiras que você possa imaginar, alfajores de todos os sabores, carnes suculentas (a famosa ‘parrilla’ argentina) e pra piorar: a rota da cerveja. Como lidar com tudo isso?

Quem se submete à cirurgia bariátrica tem um agravante chamado ‘dumping‘. Esta síndrome se dá quando há a ingestão de alimentos com alto teor de gordura e/ou açúcar. Os sintomas podem ser sono excessivo, sudorese intensa, tremores, urgência para ir ao banheiro e pressão baixa. Algumas pessoas sentem mais, outras menos, mas acho que todas sentem nem que seja um ou outro sintoma em baixa intensidade. A forma que este dumping vem varia muito. No meu caso, para minha tristeza, é muito raro vir e eu tenho que fazer uma bela de uma estripulia! Enquanto alguns podem ter dumping até mesmo com o açúcar das frutas, eu como chocolate, sorvetes, doces e não sinto absolutamente nada. Para que eu tenha dumping, é preciso que eu misture muitos alimentos que podem ocasiona-lo em uma única refeição.

Durante as férias não me privei de nada. Curti bastante, comi tudo que tive vontade. Claro que a diferença apareceu na balança quando eu voltei. Antes mesmo de viajar, eu já vinha tendo um aumento de peso. Passei por uma mudança drástica no meu trabalho e acabei descontando a ansiedade na comida. Enxergo o ganho de peso pela ansiedade muito mais grave do que este ganho que tive durante a viagem. Saber controlar o impulso pela comida é fundamental para a manutenção do peso enquanto que qualquer pessoa está sujeita a ganhar peso durante uma viagem gastronômica, mesmo que não sofra de ansiedade ou obesidade.

A partir de agora estou em uma dieta de desintoxicação, será feita por uma semana. Estarei evitando alimentos industrializados. Após esta semana, uma outra dieta será elaborada visando perda de peso para que eu perca esses quilinhos que a ansiedade e a viagem me trouxeram mas que não me pertencem!

IMG_8955 IMG_8538 IMG_9100 IMG_9065

Um comentário sobre “Como lidar com as tentações gastronômicas após a cirurgia bariátrica?

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s